segunda-feira, setembro 11, 2017

Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional – Infohabitar 609

Infohabitar, Ano XIII, n.º 609

Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional 

por António Baptista Coelho

Tal como foi anteriormente divulgado, a Infohabitar está a retomar as suas edições regulares, procurando disponibilizar um novo artigo em cada semana e preferencialmente à segunda-feira, aproveitando-se para, mais uma vez, enviar um amigável desafio aos leitores no sentido de poderem enviar para o editor (mail referido no final do artigo) propostas de artigos para edição.

Considerando que, durante já um número muito significativo de semanas a Infohabitar tem editado artigos integrados no âmbito da série designada “Habitar e Viver Melhor”, tendo em conta o elevado número de artigos editados e porque estamos numa altura de reinício das atividades regulares da nossa revista, lembrámo-nos de proporcionar uma “revisão da matéria dada”, antes de prosseguirmos na edição desta série.

Neste sentido apresentam-se, em seguida, os títulos interativos dos artigos da série, que abordam temáticas da natureza do habitar e da relação do sítio que habitamos e das suas caraterísticas com a qualidade habitacional atingida, neste caso, sob o título geral: “Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional” e aproveitando-se para acrescentar, no final do artigo, uma muito pequena e informal nota de reflexão sobres estas apaixonantes e tão atuais matérias.

Em próximos artigos iremos disponibilizar reflexões sobre a estruturação de um edifício habitacional e dos seus espaços comuns e, sequencialmente, entraremos nos diversos espaços habitacionais privados.

Lembra-se que bastará ao leitor “clicar” no título do artigo que lhe interessa para o poder consultar.

Lembra-se, ainda, que por motivos alheios à Infohabitar, que muito lamentamos e que já apontámos, na Infohabitar, a maior parte dos artigos desta série editorial não conta, neste momento, com as respetivas ilustrações; estando, no entanto, disponíveis todos os seus textos, que se caraterizam por expressiva autonomia relativamente às referidas imagens.
Finalmente regista-se que o processo editorial da Infohabitar, revista ligada à ação da GHabitar - Associação Portuguesa de Promoção da Qualidade Habitacional (GHabitar APPQH) – associação que tem a sede na Federação Nacional de Cooperativas de Habitação Económica (FENACHE) –, voltou a estar, desde o princípio de setembro de 2017, em boa parte, sediado no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e nos seus Departamento de Edifícios e Núcleo de Estudos Urbanos e Territoriais (NUT); aproveitando-se para se agradecer todos os essenciais apoios disponibilizados por estas entidades.




São os seguintes os 12 artigos disponibilizados sobre o tema: Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional” (e que podem ser consultados, simplesmente, clicando no respetivo título)

É muito interessante considerar estas matérias associadas às “Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional” como elementos que caraterizam cada intervenção urbana e residencial, em muitos aspetos de qualificação arquitetónica, como, por exemplo, a acessibilidade, a agradabilidade/conforto ambiental, a comunicabilidade/permeabilidade, a privacidade e convivialidade, a eventual domesticidade e a sempre essencial integração, entre outras matérias, visando-se a geração de um perfil urbano-residencial bem identificável, numa opção que, embora infelizmente ainda pouco generalizada, é subatancialmente conhecida e aplicada.

Mas será pelo menos tão interessante e muito mais inovador e estimulante considerar estas diversificadas matérias associadas às “Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional”, que aqui foram apenas muito globalmente apontadase de modo nada exaustivo, como elementos diretamente protagonistas e geradores do “jogo” tipológico urbano-residencial ou de um renovado “jogo” tipológico urbano-residencial, cujo desenvolvimento é bem urgente, seja na resposta às atualmente muito renovadas e diversifidadas novas formas de habitar cidade e “casa”, seja face às “novas” necessidades habitacionais – com destaque para os pequenos agregados familiares, pessoas sós e idosos – seja, considerando-se o excelente e rico potencial que muitas dessas “novas” tipologias urbano-habitacionais têm no que se refere à igualmente urgente revitalização/reanimação de centros urbanos históricos e periféricos, apostando-se naquilo que é já desiganada de “densificação doce/suave”, tipologicamente cuidada e funcionalmente diversificada e vitalizada/vitalizadora.

E fica ainda um terceiro aspeto que muito se liga aos anteriores e que se resume no papel que pode e deve ter este renovado labor tipológico na cuidada, mas expressiva, melhoria das imagens urbanas preexistentes, numa opção, naturalmente, associada à criação de uma imagem urbana plenamente viva e “utilizável” em “profundidade”, pelo peão.

e a estas matérias voltaremos …

Notas editoriais:
(i) Embora a edição dos artigos editados na Infohabitar seja ponderada, caso a caso, pelo corpo editorial, no sentido de se tentar assegurar uma linha de edição marcada por um significativo nível técnico e científico, as opiniões expressas nos artigos e comentários apenas traduzem o pensamento e as posições individuais dos respectivos autores desses artigos e comentários, sendo portanto da exclusiva responsabilidade dos mesmos autores.
(ii) De acordo com o mesmo sentido, de se tentar assegurar o referido e adequado nível técnico e científico da Infohabitar e tendo em conta a ocorrência de uma quantidade muito significativa de comentários "automatizados" e/ou que nada têm a ver com a tipologia global dos conteúdos temáticos tratados na Infohabitar e pelo GHabitar, a respetiva edição da revista condiciona a edição dos comentários à respetiva moderação, pelos editores; uma moderação que se circunscreve, apenas e exclusivamente, à verificação de que o comentário é pertinente no sentido do teor editorial da revista; naturalmente , podendo ser de teor positivo ou negativo em termos de eventuais críticas, e sendo editado tal e qual foi recebido na edição.
(iii) Para proporcionar a edição de imagens na Infohabitar, elas são obrigatoriamente depositadas num programa de imagens, sendo usado o Photobucket; onde devido ao grande número de imagens se torna muito difícil registar as respectivas autorias. Desta forma refere-se que, caso haja interesse no uso dessas imagens se consultem os artigos da Infohabitar onde, sistematicamente, as autorias das imagens são devidamente registadas e salientadas. Sublinha-se, portanto, que os vários albuns do Photobucket que são geridos pelo editor da Infohabitar constituem bancos de dados da Infohabitar, sendo essas imagens de diversas autorias, apontadas nos artigos da Infohabitar, pelo que deve haver todo o cuidado no seu uso; havendo dúvidas um contacto com o editor será sempre esclarecedor.

Infohabitar, Ano XIII, n.º 609
“Relações entre Vizinhança Urbana e Edifício Habitacional” – 12 artigos sobre o tema
Infohabitar
Editor: António Baptista Coelho
abc.infohabitar@gmail.com
GHabitar (GH) Associação Portuguesa para a Promoção da Qualidade Habitacional

Edição: José Baptista Coelho - Lisboa, Encarnação - Olivais Norte.

Sem comentários :