domingo, dezembro 02, 2012

2.º CIHEL - "Habitação, Cidade, Território e Desenvolvimento", no âmbito da lusofonia: 2.º CIHEL, LNEC, Lisboa, 13 a 15 de março de 2013 - Infohabitar 418

Infohabitar, Ano VIII, n.º 418
2.º CIHEL - 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono, sobre a ampla temática da "Habitação, Cidade, Território e do Desenvolvimento, no âmbito da lusofonia , organizado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC -, em Lisboa, de 13 a 15 de março de 2013: em 12 e 13 de março será realizado um workshop sobre o mesmo tema.
 


Enriquecendo-se o leque temático e a dinâmica organizativa deste evento, a ele se associou o 1.º Congresso CRSEEL - Construção e Reabilitação Sustentável de Edifícios no Espaço Lusófono, promovido pelo Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

 







Tema e objectivo principal:
O 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono 2:º CIHEL, irá tratar a temática da “Habitação, Cidade, Território e Desenvolvimento”, e visar a fundação de um fórum socio-técnico de caráter transnacional falado em português, dirigido para a construção de laços fortes e duráveis de cooperação técnica e económica na referida grande área temática.

Organização geral:
Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), com o apoio de outras entidades,






Localização:O 2.º CIHEL será realizado no Centro de Congressos do LNEC, na Av.ª do Brasil, em Lisboa, estando mobilizado todo este Centro, com dois grandes auditórios e mais cinco outros de diferentes dimensões, para além de um amplo átrio de exposições.

O Campus do LNEC está estrategicamente colocado à entrada de Lisboa, próximo do aeroporto e possui excelentes conidições de estacionamento e acessibilidade em Transportes Públicos.




 
Apoios institucionais:


O 2.º CIHEL tem o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República e é presidido pelo Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), entidade que apoia o Congresso.

Em termos de apoios oficiais há, desde já, a realçar, entre outras entidades constantes do site do Congresso - http://2cihel.lnec.pt/2cihel.html: em Portugal, os patrocínios institucionais do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, da Câmara Municipal de Lisboa , da AICEP Portugal Global, do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, do CIAUD, do ISCTE-IUL, da FCT, da Universidade Nova de Lisboa, da Ordem dos Arquitectos e do Instituto do Território (IT); em Angola, o Ministério da Construção, o Ministério do Urbanismo e da Habitação e o Laboratório de Engenharia de Angola; no Brasil, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo; conta-se, ainda, com o apoio ativo do Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa (CIALP) e estão muito avançados outros contatos, designadamente, com diversas entidades em Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Guiné Bissau.







Outros apoios:Para a melhor concretização do 2.º CIHEL em termos da sua importância como fórum sociotécnico, é importante a adesão de empresas e instituições que podem apoiar das mais diversas formas: desde o apoio directo, à presença na exposição prevista, e à inscrição de congressistas, forma esta de apoio que se considera essencial.



Fig.: o grande auditório do LNEC



Programa geral previsto:
Para além do Congresso serão realizadas, também na mesma semana de março de 2013 e no Centro de Congressos do LNEC:

(i) uma 1.ª reunião AICEP/CECP/CIHEL, tendo por base um grupo de empresários lusófonos (inscrições por convite); para esta fase dos trabalhos – que inclui visitas a entidades várias e recepções - foram já estabelecidos contactos com a AICEP (que está a estruturar o evento), a CECP e a CPLP. Trata-se de um evento a realizar em dia e meio.

(ii) o 1.º Workshop CIHEL, apoiado pela AICEP e pela SECP (inscrições abertas em conjunto com o Congresso); trata-se de um evento que ocupa um dia (tarde de dia 12 e manhã de dia 13).

(iii) uma Exposição de entidades e empresas associadas às temáticas do Congresso e a realizações em curso no mundo da lusofonia, patente em pequenos stands montados no átrio do Centro de Congressos.

Também no átrio do LNEC mas em espaços diferenciados poderá haver algumas exposições temáticas; a título de exemplo e ainda não confirmada refere-se a Exposição do Património Lusófono de Origem Portuguesa do Sec.XX, que esteve em Tóquio.

As exposições estarão ativas toda a semana, de terça-feira a sexta-feira.

(iv) a inauguração no início do Congresso, após a sua abertura oficial, de um portal informático, desenvolvido pelo LNEC e pelo IT, para concentração e sistematização de contatos, entidades e procedimentos ligados à habitação, à cidade, ao território e ao desenvolvimento no mundo lusófono; ouras entidades já foram contactadas para aderirem à constituição do Portal.

(v) o próprio Congresso que contará;

. com as respectivas intervenções institucionais a abrir e a fechar (a definir com a intervenção activa da CPLP e de outros apoiantes); desejando-se que possa ser aberto pelas principais entidades que apoiam o Congresso.

. havendo depois lugar a cerca de 120 a 150 comunicações em sessões simultâneas; em 29 de Novembro de 2012 contava-se já com 121 textos/trabalhos completos já entregues;

. 6 a 9 conferências, ainda em fase de convite e em breve a divulgar.

(vi) Finalmente no sábado seguinte, dia 16 de março, haverá, provavelmente, a possibilidade de se realizarem visitas técnicas em Lisboa de manhã e é também provável que o Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa (CIALP) promova um seminário técnico sobre uma área temática a definir.

Faz-se notar que as inscrições para participação no Congresso estão abertas, sendo possíveis com um custo especial até 15 de janeiro de 2013 - boletim de inscrição disponível no site do Congresso - http://2cihel.lnec.pt/2cihel.html




Fig.: o conjunto de auditórios e de outros espaços do Centro de Congressos do LNEC


Fig.: imagem dos trabalhos do 1.º CIHEL, no ISCTE-IUL, em 2010

Conteúdo tecnico-científico: temas em discussão

As cerca de 150 comunicações (com mais de 10 pp. cada) que serão provavelmente entregues distribuem-se pelos seguintes oito (8) temas a discutir de forma equilibrada proporcionando interessantes sessões temáticas:

a) Programas e políticas urbanas e habitacionais

b) Cidade habitada, território e ambiente

c) Da urbanidade no espaço público à cidade informal

d) O habitar nas comunidades rurais

e) Da habitação de interesse social à diversificação tipológica

f) Integrar a reabilitação urbana e habitacional

g) Sistemas, processos, tecnologias e materiais de construção

h) Práticas de investigação e intervenção urbana e habitacional





Fig.: o arquitecto João Filguieras Lima - Lelé - no 1.º CIHEL, no ISCTE-IUL, em 2010



No pós-congresso várias iniciativas poderão ser desenvolvidas e estão já previstas:

. Uma ação continuada do secretariado permamente do CIHEL, proporcionando que os temas sejam tratados de forma prática e em continuidade entre congressos e designadamente no ano que medeia entre os congressos.

. A edição de várias publicações - "Cadernos Edifícios" - temáticas por parte do LNEC, apurando-se matérias interessantes e oportunas, entre aquelas apresentadas no 2.º CIHEL; a dimensão destes livros corresponde a 10 a 15 comunicações e prevê-se portanto a possibilidade de haver a edição de dois ou três cadernos, que, depois, poderão ser devidamente lançados no âmbito de acções específicas.



Fig.: imagem dos trabalhos do 1.º CIHEL, no ISCTE-IUL, em 2010


O objetivo é a constituição de um fórum sociotécnico dinâmico e com afirmada continuidade temporal, que possa ter uma utilidade clara e crescente nas referidas áreas temáticas no mundo da lusofonia, visando-se a dinamização de um processo que assegure, numa base de realizações itinerantes, os próximos Congressos e atividades intercalares com forte caráter prático e utilidade socioeconómica.



Fig.: imagem dos trabalhos do 1.º CIHEL, no ISCTE-IUL, em 2010



Conclui-se esta síntese salientando-se que são agora importantes todos os apoios organizativos ao 2.º CIHEL cujas modalidades poderão ser consideradas em pormenor, como, por exemplo, inscrições no congresso, documentação e divulgação associada ao congresso e participação na referida exposição - aspetos estes facilmente tratados através da inscrição no Congresso, facilmente realizda no site do Congresso - http://2cihel.lnec.pt/2cihel.html - ou através de um contato com a respetiva organização, em organizacao2cihel@lnec.pt.

E é também agora estratégica a divulgação do Congresso, proporcionando-se uma adequada e evidenciada visibilidade a esta iniciativa, e visando-se a sua concretização e utilidade como um importante fórum sociotécnico.

Agradecem-se, portanto e desde já, todos os apoios em termos de divulgação, inscrição no 2.º CIHEL e apoios organizativos.

                                                As Comissões responsáveis pela organização do 2.º CIHEL


Fig.: o logotipo do 2.º CIHEL foi concretizado foi realizado, tal como no caso do 1.º CIHEL, no âmbito das atividades do Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico da Escola Secundária de Sacavém – uma ES que integra, habitualmente, muitos alunos ligados a vários países da lusofonia.




Infohabitar a Revista do Grupo Habitar

Infohabitar, Ano VIII, n.º 418

"Habitação, Cidade, Território e Desenvolvimento", no âmbito da lusofonia: 2.º CIHEL, LNEC, Lisboa, 13 a 15 de março de 2013

Editor: António Baptista Coelho

Edição de José Baptista Coelho

Lisboa, Encarnação - Olivais Norte



Sem comentários :