domingo, abril 29, 2012

A Árvore das Ruas - a propósito de um poema, algumas imagens; divulgação das Jornadas de Investigação e Inovação do LNEC; e o 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono - Infohabitar 391

Infohabitar, Ano VIII, n.º 391

A presente edição do Infohabitar inicia-se (i) com a primeira divulgação da segunda Jornada de Investigação e Inovação do LNEC, intitulada “Cidades e Desenvolvimento”, (ii) continua com uma secção, que iremos manter em continuidade, sobre a preparação do 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono e (iii) edita, depois, o artigo da semana, que rouba o seu título a um poema de Yves Bonnefoy, " A árvore das ruas/L'arbre des rues", ilustrado, primeiro, pela sua própria imagem parisiense, através da pintura mural de Pierre Alechinsky onde se integra o referido poema, e, associado, depois, a um pequeno conjunto de excelentes árvores das nossas ruas.

O editor do Infohabitar
António Baptista Coelho


Fig.: Jornadas de Investigação e Inovação do LNEC: "“Cidades e Desenvolvimento”, a realizar no Centro de Congressos do LNEC de 18 a 20 de junho de 2012

Jornadas de Investigação e Inovação do LNEC:
"Cidades e Desenvolvimento”

A atividade de investigação científica e técnica do LNEC, com alcance estratégico, é realizada numa perspetiva multidisciplinar, de modo a contribuir de forma relevante para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

O LNEC organiza durante o ano de 2012 um ciclo de três Jornadas dedicadas à investigação e inovação, cobrindo as várias áreas dos setores da construção e do ambiente. Com estas Jornadas pretende-se promover uma reflexão sobre os temas de investigação que vêm sendo desenvolvidos, visando colocar a atividade de investigação ao serviço da comunidade e aliando-lhe a inovação e o desenvolvimento. Pretende-se também fortalecer e estimular as redes de conhecimento a uma escala global, fomentando a participação de outras instituições de ciência e tecnologia e do tecido empresarial, nos domínios relacionados com a Engenharia Civil.

A segunda jornada deste ciclo, intitulada “Cidades e Desenvolvimento”, abordará as temáticas da conservação e reabilitação , do risco e segurança, do desempenho dos materiais e das construções, das infraestruturas urbanas e do ambiente e habitabilidade no espaço urbano.

Carlos Pina
Presidente do Conselho Diretivo do LNEC


Fig. : Jornadas de Investigação e Inovação do LNEC: “Cidades e Desenvolvimento”

Os leitores facilmente poderão ter todas as informações sobre esta iniciativa do LNEC, clicando em: http://jornadas2012.lnec.pt/site_2_Cidades_e_Desenvolvimento/index.html

São os seguintes os temas da Jornada sobre “Cidades e Desenvolvimento”, a realizar de 18 a 20 de junho de 2012, integrada nas Jornadas Investigação e Inovação do LNEC:
  • Conservação e reabilitação do património edificado
  • Risco e segurança no espaço urbano
  • Desempenho dos materiais e das construções
  • Infraestruturas urbanas
  • Ordenamento, ambiente e habitabilidade

 
O 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono (2.º CIHEL) está a receber resumos para propostas de comunicações sobre o tema geral "Habitação, Cidade, Território e Desenvolvimento”.

O 2.º CIHEL é uma organização do LNEC e terá lugar em Lisboa, no Centro de Congressos deste Laboratório Nacional, de 13 a 15 de Março de 2013.

Remetem-se os leitores para o artigo 389 do Infohabitar, facilmente acessível ao correr das páginas da nossa revista, onde se faz a apresentação geral e prática do 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono, que decorrerá em Lisboa, no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em Março de 2013: de 11a 12 de Março de 2013 realiza-se um Workshop; de 13 a 15 decorrerá o Congresso, com abertura oficial e palestra inaugural na tarde de 13 de Março de 2013.

Pretende-se com este 2.º CIHEL desenvolver uma abordagem ampla e multifacetada da temática “Habitação, Cidade, Território e Desenvolvimento”, considerada de grande oportunidade, numa altura em que se desenvolvem planos para elevados números de habitações e para a reurbanização de extensas áreas em vários dos países da lusofonia que se debatem com críticas carências habitacionais e de ordenamento urbanístico, e privilegiando-se a abordagem do habitar, num sentido amplo e correcto, que considere as suas facetas quantitativas, qualitativas, urbanas, territoriais e ambientais, e o seu papel como meio vital de desenvolvimento socioeconómico dos respetivos países.

Lembra-se que está já aberta a recepção de propostas de comunicações, sob a forma de resumos, até ao dia 1 de Julho de 2012, EXCLUSIVAMENTE, para o seguinte endereço electrónico do 2.º CIHEL: comunicacoes2cihel@lnec.pt

Os temas para envio de comunicações são os seguintes, encontrando-se minimamente comentados no Infohabitar n.º 389: a) Programas e políticas urbanas e habitacionais; b) Cidade habitada, território e ambiente; c) Da urbanidade no espaço público à cidade informal; d) O habitar nas comunidades rurais; e) Da habitação de interesse social à diversificação tipológica; f) Integrar a reabilitação urbana e habitacional; g) Sistemas, processos, tecnologias e materiais de construção; e h) Práticas de investigação e intervenção urbana e habitacional.

Outros aspectos práticos e informativos sobre o 2.º CIHEL estão editados no artigo nº 389 desta revista.

O editor do Infohabitar
António Baptista Coelho


Fig. A árvore das ruas/L'arbre des rues, Rue René Descartes - Paris

A árvore das ruas/L'arbre des rues

Uma pintura mural de Pierre Alechinsky
com um poema de Yves Bonnefoy

(nota do editor: esta é também a árvore da cidade, ou a árvore das ruas da cidade)

Ao lado da pintura pode ler-se este poema de Yves Bonnefoy :

Passant,

regarde ce grand arbre

et à travers lui

il peut suffire.

Car même déchiré, souillé,

l'arbre des rues,

c'est toute la nature,

tout le ciel,

l'oiseau s'y pose,

le vent y bouge, le soleil

y dit le même espoir malgré

la mort.

Philosophe,

as-tu chance d'avoir l'arbre

dans ta rue,

tes pensées seront moins ardues,

tes yeux plus libres,

tes mains plus désireuses

de moins de nuit.

Yves Bonnefoy


Fig. A árvore das ruas/L'arbre des rues, com um poema de Yves Bonnefoy

Passante,

olha para esta grande árvore

e através dela

pode ser suficiente.

Pois mesmo rasgada, suja,

a árvore da ruas

é toda a natureza,

todo o céu,

o pássaro pousa nela,

o vento nela move, o sol

aí fala da mesma esperança, apesar

da morte.

Filósofo,

tens tu a sorte de ter a árvore

na tua rua,

os teus pensamentos serão menos árduos,

os teus olhos mais livres,

as tuas mãos mais desejosas

de menos noite.

 Yves Bonnefoy
(nota: o editor apresenta as suas desculpas por uma tradução, que foi, apenas, a possível)

E, em seguida, algumas árvores das nossas ruas:


Fig: uma árvore das ruas


Fig: uma árvore das ruas


Fig: uma árvore das ruas


Fig: uma árvore das ruas


Fig: uma árvore das ruas


Fig: uma árvore das ruas

Notas editoriais:

(i) A edição dos artigos no âmbito do blogger exige um conjunto de procedimentos que tornam difícil a revisão final editorial designadamente em termos de marcações a bold/negrito e em itálico; pelo que eventuais imperfeições editoriais deste tipo são, por regra, da responsabilidade da edição do Infohabitar, pois, designadamente, no caso de artigos longos uma edição mais perfeita exigiria um esforço editorial difícil de garantir considerando o ritmo semanal de edição do Infohabitar.

(ii) Por razões idênticas às que acabaram de ser referidas certas simbologias e certos pormenores editoriais têm de ser simplificados e/ou passados a texto corrido para edição no blogger.

(iii) Embora a edição dos artigos editados no Infohabitar seja ponderada, caso a caso, pelo corpo editorial, no sentido de se tentar assegurar uma linha de edição marcada por um significativo nível técnico, as opiniões expressas nos artigos apenas traduzem o pensamento e as posições individuais dos respectivos autores.

(iv) Para ser possível a edição de imagens no Infohabitar, elas são obrigatoriamente depositadas num programa de imagens - é usado o Photobucket; onde, devido ao grande número de imagens, se torna difícil registar as respectivas autorias. Desta forma salienta-se que, caso se pretenda usar essas imagens, se consultem os artigos do Infohabitar onde, sistematicamente, as respectivas autorias são registadas. Sublinha-se, portanto, que os vários albuns do Photobucket que são geridos pelo editor do Infohabitar constituem bancos de dados do Infohabitar, sendo essas imagens de diversas autorias, apontadas nos artigos do Infohabitar, pelo que deve haver todo o cuidado no seu uso; havendo dúvidas um contacto com o editor será sempre esclarecedor abc@lnec.pt


Infohabitar a Revista do Grupo Habitar

Editor: António Baptista Coelho

Edição de José Baptista Coelho

Lisboa, Encarnação - Olivais Norte

Infohabitar n.º 391



Sem comentários :