domingo, julho 03, 2011

Novas Sessões Técnicas Edifícios (STE) no LNEC - STE01: O regulamento de requisitos acústicos em edifícios -Conceitos e aspectos interpretativos - 7 de Julho 2011 - Infohabitar 353

Infohabitar, Ano VII, n.º 353

Neste artigo do Infohabitar divulgam-se as novas

"Sessões Técnicas - Edifícios (STE) 2011/2012", promovidas pelo Departamento de Edifícios (DED) do Laboratório nacional de Engenharia Civil (LNEC).

E chama-se, desde já, a atenção dos interessados para a 1.ª Sessão Técnica Edifícios STE01, que terá lugar já na próxima Quinta-feira:
LISBOA • LNEC • 7 de Julho de 2011
sobre o tema:
O regulamento de requisitos acústicos em edifícios (RRAE) Conceitos e aspectos interpretativos - síntese temática


Neste artigo, depois da apresentação geral das STE, desenvolve-se a temática da ST01 e indicam-se as formas de inscrição na mesma sessão.

O Departamento de Edifícios (DED) do LNEC promove, a partir do mês de Julho, sessões técnicas e informativas sobre a actividade de Ciência e Tecnologia desenvolvida no Departamento. Estas sessões serão realizadas no LNEC.

Sessões Técnicas - Edifícios 2011/2012: apresentação

Retomando uma tradição do LNEC, serão realizadas sessões técnicas, com uma prevista periodicidade mensal ao longo de cerca de dois anos, com a duração de uma manhã ou de uma tarde, nas quais serão tratadas, por Investigadores dos Núcleos do Departamento de Edifícios (DED), temáticas que foram desenvolvidas e/ou estão em desenvolvimento nesses Núcleos, aprofundando assuntos técnicos que estão, frequentemente, na ordem do dia das preocupações de quem concebe projectos e acompanha a construção de edifícios e espaços públicos e lida com a intervenção sócio-urbanistica e ambiental.

Pretende-se que estas sessões sejam não só uma mostra de assuntos de primeira linha em termos de inovação nas áreas da construção, mas também que sirvam para explicitar e discutir matérias com extensa aplicação prática e/ou complexidade de desenvolvimento, com influência directa ou indirecta na satisfação e bem-estar de moradores e utentes de edifícios e de outros espaços construídos.

Estas matérias serão apresentadas por Investigadores do Departamento de Edifícios e, eventualmente, por técnicos convidados, em sessões que ocupem uma manhã ou uma tarde, com uma duração de cerca de 3:00 horas, estruturadas em dois períodos de exposição e incluindo períodos adequados para esclarecimento e debate das matérias objecto de cada Sessão.


Fig.01

Temáticas gerais a abordar

No sentido de se sintetizar, globalmente, o potencial leque de temáticas a desenvolver nas Sessões Técnicas – Edifícios 2011/2012, referem-se, em seguida, os principais domínios de actividade do Departamento de Edifícios (DED):

•• Componentes e instalações de edifícios;
•• Conforto ambiental;
•• Conservação do património edificado;
•• Ecologia social;
•• Economia de energia nos edifícios;
•• Economia e gestão da construção;
•• Física das construções - Acústica, Iluminação, Térmica, etc.
•• Habitação e equipamentos sociais;
•• Patologia e reabilitação de edifícios;
•• Qualidade da construção;
•• Reabilitação urbana;
•• Segurança contra incêndio e na utilização;
•• Tecnologia da construção;
•• Urbanismo e gestão urbana.

Desenvolvem-se, ainda, no Departamento de Edifícios actividades de carácter horizontal realizadas em diferentes Núcleos, entre as quais: a marca de qualidade LNEC, a regulamentação, a normalização, a homologação e a aprovação técnica europeia, e a certificação da qualidade de produtos e sistemas de construção.

Temáticas a tratar nas Sessões Técnicas Edifícios

Está já perspectivado um conjunto diversificado de temáticas a tratar nestas Sessões Técnicas, sendo o seu agendamento atempadamente anunciado. Assim, os temas genéricos das Sessões já previstas enquadram-se nos domínios de actividade do Departamento de Edifícios atrás mencionados, tendo já sido definidos os seguintes:

•• A iluminação natural em edifícios.
•• Análise do ciclo de vida de edifícios.
•• Análise quantitativa do parque habitacional na perspectiva da sua reabilitação (Censos 2011).
•• Avaliação do estado de conservação de edifícios.
•• A viabilidade de aplicação da actual legislação de segurança ao incêndio aos edifícios existentes.
•• Coberturas em terraço - Soluções correntes e inovadoras.
•• Coberturas em terraço - Pormenores construtivos. Como conceber e executar bem.
•• Coberturas em terraço - Principais anomalias. Forma de as evitar.
•• Coberturas em terraço - Manutenção, conservação e reabilitação.
•• Declaração ambiental de produtos da construção.
•• Eficiência energética de edifícios: ventilação e QAI.
•• Eficiência energética de edifícios: vãos envidraçados.
•• Eficiência energética de edifícios: Climatização.
•• Habitação de interesse social: tipologias e casos de referência.
•• Humanização do habitar.
•• Intervenções socio-territoriais integradas.
•• Isolamento sonoro em edifícios: Princípios e soluções construtivas.
•• Medidas para o uso mais eficiente da água nos edifícios.
•• Outras Formas de Habitar: equipamentos sociais residenciais para população idosa.
•• Outras Formas de Habitar: equipamentos sociais residenciais para crianças e jovens.
•• Outras Formas de Habitar: equipamentos sociais residenciais para pessoas c/ deficiência ou incapacidade.
•• O Regulamento dos Requisitos Acústicos em Edifícios - Conceitos e Aspectos Interpretativos.
•• Questões habitacionais num país em envelhecimento.
•• Reflexões sobre a reurbanização da cidade e da habitação informal.
•• Revestimentos de paredes de placas de pedra natural – Aplicação, desempenho e segurança;
•• Revestimentos de isolamento térmico pelo exterior do tipo ETICS – Influência dos constituintes e da execução no seu desempenho;
•• Revestimentos de paredes para edifícios antigos – Compatibilidade e durabilidade;
•• Riscos Ambientais: o caso da erosão costeira.
•• Soluções de construção industrializada para edifícios;

A divulgação das Sessões será realizada através dos meios habitualmente usados pelo Centro de Congressos do LNEC, mas aproveitando-se, também, outros meios de divulgação científica e técnica, designadamente, através de parcerias existentes entre o LNEC e várias universidades e outros centros académicos e de investigação, e utilizando-se as relações privilegiadas entre o LNEC e várias associações técnicas e científicas sem fins lucrativos sedeadas neste Laboratório Nacional.

Algumas publicações da Livraria do LNEC relativas ao tema específico de cada Sessão estarão disponíveis para consulta e poderão ser adquiridas, por exemplo, no decurso do intervalo da Sessão.

Inscrição e pagamento

O custo de cada Sessão Técnica (acrescido de IVA à taxa em vigor) é de:
50 euros – inscrição normal;
25 euros – para estudantes universitários e de politécnicos.
As inscrições só serão consideradas quando acompanhadas do pagamento, o qual poderá ser efectuado:
por cheque em nome FUNDCIC - Fundo para o Desenvolvimento das Ciências da Construção
por transferência bancária
NIB: 0018 0365 002000 10582 22
NIF: 502972076
O valor da inscrição inclui as apresentações em formato pdf, cafés e o certificado de presença.

Notas: as inscrições em cada sessão estão condicionadas à capacidade da respectiva sala e a realização de cada sessão depende de haver um número mínimo de incrições nessa sessão.

Informações
Correspondência e pedidos de esclarecimento devem ser dirigidos a:
LNEC
Apoio à Organização de Reuniões Av. do Brasil 101
1700-066 LISBOA
tel.: 21 844 34 83
fax: 21 844 30 14
formacao@lnec.pt ou cursos@lnec.pt

Acessibilidade
O LNEC é facilmente acessível através de transportes públicos.
Carris (http://www.carris.pt/pt/carreiras) carreiras 31, 83, 717, 745, 750.
Metro Lisboa (http://www.metrolisboa.pt) estação de Metro de Alvalade, percurso de dez minutos até ao LNEC.
Os participantes podem estacionar gratuitamente no parque do Campus do LNEC.


Fig.02

Sessão Técnica Edifícios n.º 01

STE 01 LISBOA • LNEC • 7 de Julho de 2011

O regulamento de requisitos acústicos em edifícios (RRAE) Conceitos e aspectos interpretativos - síntese temática






Nesta sessão técnica serão abordados os conceitos fundamentais relativamente ao condicionamento acústico dos edifícios, nomeadamente o que se refere aos indicadores de desempenho para efeitos de observância regulamentar, enquadrando os respectivos princípios numa linha de conforto no uso habitacional ou no exercício de actividades de concentração e sossego.

Concomitantemente, e tendo em atenção a publicação recente de legislação sobre urbanização e edificação, serão abordadas nesta sessão técnica as interacções daí resultantes, tanto em termos de procedimentos de licenciamento como das responsabilidades decorrentes.

Por último, será dada uma panorâmica sobre as tendências actuais no campo da harmonização dos indicadores de comportamento acústico, tanto para o edificado como para o ambiente envolvente.

Destinatários
Esta Sessão Técnica destina-se a engenheiros civis, arquitectos e outros técnicos ligados ao projecto e a Laboratórios de Ensaios de Acústica, bem como a Técnicos das Autarquias.


Docência

Eng.º Jorge Patrício – Investigador Principal do LNEC


Eng.ª Odete Domingues – Técnica Superior do LNEC


Local, data e horário

A Sessão Técnica ST01 terá lugar no Centro de Congressos do LNEC, no dia 7 de Julho de 2011 entre as 9:30 e as 13:00.


Inscrição e pagamento

O custo de cada Sessão Técnica é de:

50 euros (acrescido de IVA à taxa em vigor) – inscrição normal;

25 euros (acrescido de IVA à taxa em vigor) – para estudantes universitários e de politécnicos.

As inscrições só serão consideradas quando acompanhadas do pagamento, o qual poderá ser efectuado:

por cheque:
 - em nome FUNDCIC - Fundo para o Desenvolvimento das Ciências da Construção
por transferência bancária:
- para a conta com o NIB: 0018 0365 002000 10582 22
NIF: 502972076
Banco Santander (juntar cópia do talão comprovativo)
Referir, ainda, para emissão do recibo: o nome da pessoa inscrita e o respectivo n.º contribuinte

Envie para:
LNEC – Apoio à Organização de Reuniões
AV DO BRASIL 101
1700-066 LISBOA
PORTUGAL

O valor da inscrição inclui as apresentações em formato pdf, cafés e o certificado de presença.



Fig.03: ficha de inscrição: se clicar sobre este texto terá acesso a uma imagem da ficha de incrição com melhor definição


Informações

Correspondência e pedidos de esclarecimento devem ser dirigidos a:

LNEC Apoio à Organização de Reuniões
AV DO BRASIL 101
1700-066 LISBOA
tel.: 21 844 34 83
fax: 21 844 30 14
formacao@lnec.pt ou cursos@lnec.pt

Bibliografia sobre a temática da Sessão disponível na livraria do LNEC:
•• PATRÍCIO, Jorge – Isolamento sonoro a sons aéreos e de percussão: Metodologias de caracterização. Lisboa, LNEC, 1999 (actualizado em 2008). Informação Técnica de Edifícios, ITE 45.
•• PATRÍCIO, Jorge – Acústica de edifícios. Guia para quantificação da transmissão marginal. Lisboa: LNEC, 2000 (actualizado em 2009). NS 83.
•• PATRÍCIO, Jorge – Condicionamento acústico de estabelecimentos de restauração e unidades similares. Lisboa: LNEC, 2001 (actualizado em 2010). NS 87.
•• DOMINGUES, Odete – A Acústica nos Edifícios. Materiais e Sistemas Absorventes Sonoros. Coeficientes de absorção sonora. Lisboa: LNEC, 2005 (actualizado em 2007). NS 103.
•• DOMINGUES, Odete – A Acústica nos Edifícios. Pavimentos e revestimentos de pavimentos. Isolamento a sons de percussão. Lisboa: LNEC, 2009. NS 116.

Notas editoriais:


(i) A edição dos artigos no âmbito do blogger exige um conjunto de procedimentos que tornam difícil a revisão final editorial designadamente em termos de marcações a bold/negrito e em itálico; pelo que eventuais imperfeições editoriais deste tipo são, por regra, da responsabilidade da edição do Infohabitar, pois, designadamente, no caso de artigos longos uma edição mais perfeita exigiria um esforço editorial difícil de garantir considerando o ritmo semanal de edição do Infohabitar.


(ii) Por razões idênticas às que acabaram de ser referidas certas simbologias e certos pormenores editoriais têm de ser simplificados e/ou passados a texto corrido para edição no blogger.


(iii) Embora a edição dos artigos editados no Infohabitar seja ponderada, caso a caso, pelo corpo editorial, no sentido de se tentar assegurar uma linha de edição marcada por um significativo nível técnico, as opiniões expressas nos artigos apenas traduzem o pensamento e as posições individuais dos respectivos autores.


(iv) Para ser possível a edição de imagens no Infohabitar, elas são obrigatoriamente depositadas num programa de imagens - é usado o Photobucket; onde, devido ao grande número de imagens, se torna difícil registar as respectivas autorias. Desta forma salienta-se que, caso se pretenda usar essas imagens, se consultem os artigos do Infohabitar onde, sistematicamente, as respectivas autorias são registadas. Sublinha-se, portanto, que os vários albuns do Photobucket que são geridos pelo editor do Infohabitar constituem bancos de dados do Infohabitar, sendo essas imagens de diversas autorias, apontadas nos artigos do Infohabitar, pelo que deve haver todo o cuidado no seu uso; havendo dúvidas um contacto com o editor será sempre esclarecedor abc@lnec.pt






Infohabitar a Revista do Grupo Habitar


Editor: António Baptista Coelho


Edição de José Baptista Coelho


Lisboa, Encarnação - Olivais Norte


Infohabitar, Ano VII, n.º 353, 3 de Julho de 2011

1 comentário :

Mariana disse...

É muito importante que os novos edifícios tenham rampas para aceso dos descapacitados.
Eu vou a um lugar de patologia bucal que tem tudo preparado para qualquer pessoa.